GRITO URBANO ZN – O OURO DE TODOS

 Imagem de autoria do grafiteiro RIAN

No fim do arco-íris de concreto, há um palco.

Para os mais gananciosos pode parecer decepcionante, para os mais românticos pode, realmente, parecer um tesouro, mas para todos que chegam lá a certeza é que ainda não acabou, que a mágica e a vida estão apenas começando, que ainda há uma chance.

E essa mágica tem um nome, hora e data certa para acontecer: GRITO URBANO ZN, todo 1º domingo do mês, entre 3 e 3:30 da tarde no terminal de ônibus do conjunto Soledade, Zona Norte de Natal.

O espaço de convivência do terminal, um grande pátio, se transforma em um palco onde a cultura é celebrada; Atores, grafiteiros, dançarinos, capoeiristas, rimadores, músicos, esportistas, tem moedas para todos! A companhia de artistas Pé-de- Muleque teve sua estreia no último GRITO URBANO que ocorreu nesse domingo (06), se apresentando no mesmo local onde outro grupo de renome na área o TROPA TRUPE se apresentou no mês anterior, pois, não há amadores ou profissionais no evento, há artistas e respeito aos mesmos. É uma verdadeira democracia de ideias, onde se é possível ver num mesmo espaço, apresentações delicadas de dançarinas do ventre e logo após eletrizantes Batalhas de Rimas. Tudo muito natural, há apresentações programadas, mas, também não se nega tempo para qualquer um que queria contribuir com seu talento, como o grupo de praticantes de BMX que se reuniu pra apreciar o último evento e acabaram agitando o público com saltos fantásticos e manobras radicais. o Público É formado na sua grande maioria por jovens, mas também e possível encontrar famílias inteiras, trabalhadores do terminal e pessoas que simplesmente se permitem encantar com as apresentações entre uma viajem e outra. O evento tem a apresentação do veterano Carcará na Viajem que não faz questão de dividir o microfone com os meninos do 3D C.T.W (Change The World), grupo de Mcs também da Zona Norte e para aqueles que gostam de cultura alternativa e urbana o evento é uma ótima dica, por que além de MCs, também e possível encontrar muitos, mais muitos B-Boys e B-Girls, grafiteiros e outras pessoas que fazem parte da cultura de rua.

This slideshow requires JavaScript.

Mas o caminho que leva ao tesouro é sofrido. Descriminalização de moradores, má qualidade do transporte coletivo, falta de assistência médica, extermínio juvenil entre outras mazelas sociais. Todos esses motivos foram, infelizmente,  o ponta- pé inicial para a criação do evento pela Central Única das Favelas (Cufa), Associação Amigos do Nossa Senhora da Apresentação (Asmans), Associação Beneficente Amor Verdadeiro (Asbav), Grupo Arte de Rua e o Instituto Sabino Gentile, o deputado estadual Mineiro, juntamente com diversas instituições da sociedade civil e Organizações Não Governamentais. Esse problemas servem de plano de fundo, e são temas de debates que também ocorrem junto as apresentações para que além que de acesso a cultura e lazer, os moradores do bairro, ou de regiões vizinhas que queiram participar, pois, o evento e aberto ao público, possam refletir e construir uma mentalidade crítica sobre tudo que se passa no seu bairro e na sua cidade e assim juntos possam encontrar outros meios que mesmo que não resolvam de imediato, amenizem o peso da opressão e descaso do governo.

Para mais informações acompanhe a Página do evento no Facebook: https://www.facebook.com/GritoUrbanoZN

E se você quer participar do evento mande o seu material para avaliação para o email: gritourbanozn@gmail.com 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s